O Movimento

Marcos Berna, Marco Anselmo, Rafa Damasceno, Rafa Neves e outros eram um grupo de amigos. E tiveram um filho... Eis a genealogia do Predadores Futebol Clube.

E a família cresceu, sempre com o objetivo de ser espaço para que as pessoas LGBT se sintam bem para praticar esportes.

O coletivo entrou em 2020 com equipes masculina e feminina de futebol e handebol, e com projeto de criar time de vôlei e running.

Há profissionais para atendimento psicológico, técnico e fisioterapêutico. Desde 2019.

Texto replicado do site: Guia Gay Bh (www.guiagaybh.com.br)

Redes Sociais
mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar uma avaliação
    error: Conteúdo Protegido